A influência do cinema

A sétima arte tem uma influência grande na moda. É uma relação de troca mútua. Os cenários, os figurinos, as locações de filmagens. Tudo isso é altamente inspirador para um estilista.
Recentemente o “O grande Gatsby” deu o que falar. A história se passa nos anos 20. Estrelada por Leonardo de Caprio e Carey Mulligan, Os figurinos são impecáveis, joias lindíssimas e cenários de ficarmos deslumbradas com tanto luxo!
E o mais atual sucesso fashion, e já está causando um burburinho. É o “Bling ring:a gangue de Hollywood.” Um filme já surpreendeu pelo figurino caprichado, pela história real de um grupo de adolescente que roubava as celebridades. Um filme da respeitada diretora Sofia Coppola.
Alias Sofia é uma diretora que sabe misturar cinema e moda muito bem. O filme “Maria Antonieta” de 2006 estrelada por Kirsten Dunst. Ganhou o Oscar de melhor figurino. Que foi muito bem pensado para uma rainha que ditava moda da época.

Ainda nos figurinos de época. “Anna Karenina” também levou um Oscar de melhor figurino. A personagem vivida por Keira Knightley usava lindos e longos vestidos. Os cenários de muito bom gosto.

Voltando um pouco no tempo. Mais precisamente no final dos anos 70.Quando John Travolta colocou todo mundo nos “Embalos dos sábado á noite.” Com seus figurinos que era a cara época. Continuando nesse mesmo período, John Travolta e Olivia Newton por ”Grease” foi um musical de sucesso. Com roupas que todos os jovens da época queriam.
Nos dias atuais temos “O diabo veste Prada” foi um filme que “causou” com figurinos que fazia a mulherada enlouquecer. Anne Hathaway que vive a mocinha tinha as roupas mais desejadas
Sex and the City uma série que se transformou em filme.Foi outro que causou comoção. As quatros protagonistas eram super fashion e adoradas. Mas Carrie vivida por Sarah Jessica Parker era a queridinha dos fashionistas.
São vários os exemplos de como o cinema e moda se completam. É uma delicia acompanhar em detalhes dos seus personagens favoritos. E o mais importante é se divertir e refletir sobre a história contada.

Juliana Figueiredo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: